Copyright 2007-2012
Built with Indexhibit

BIO PT
Patrícia Portela é autora de performances e obras literárias, vive entre Portugal e Bélgica. Estudou cenografia, cinema, dança e filosofia. Entre 1994 e 2002 trabalhou sobretudo como figurinista ou cenógrafa para teatro independente e cinema em Portugal recebendo o Prémio Revelação 94 da Associação de Críticos de Teatro pelo seu múltiplo trabalho. Criadora de performances e instalações transdisciplinares, itinera com regularidade pela Europa e pelo mundo. Reconhecida nacional e internacionalmente pela peculiaridade da sua obra, recebeu vários prémios (dos quais destaca o Prémio Madalena Azeredo de Perdigão/F.C.G. para Flatland I (2004) e menção honrosa para Wasteband (2003) ou o Prémio Teatro na Década para T5 (1999) e Wasteband (2004)). Autora de vários romances e novelas como Para Cima e não para Norte (2008) ou Banquete (2012, finalista do Grande Prémio de Romance e novela APE), participou no 46º International Writers Program em Iowa City em 2013, foi uma das 5 finalistas do Prémio Media Art Sonae 2015 e a primeira autora a receber uma bolsa literária em Berlim do Instituto Camões em 2016.

É membro fundador da Associação Cultural Prado desde 2003 e editora das edições colectivas Prado desde 2008.

É colaboradora do Jornal de Letras e de coffeepaste.com

patriciaportela@telenet.be